POESIAS TABAGISTAS: Emerson Sitta.

fumandoespero

Meus amigos ex-fumantes continuam meus amigos.

Não me interessa quanta nicotina tenha consumido uma pessoa, e sim, o que ela leva no seu interior. O interior dos pulmões…

Amizade é questão de fôlego. É ser tragado por um outro alguém.

Fuminho do bom é minha amizade com o poeta Emerson Sitta. Foi do seu livro, “O melhor é sempre“, que traguei este poema:

digitalizar0011

Por Emerson Sitta.

foto_emerson

PS: Coca-cola também está no rol de meus vícios, porém a idéia de uma nova seção intitulada “Poesias à base de Cola” não teria tantas contribuições… o Emerson, o Décio Pignatari e, talvez, o Caetano.

Anúncios

~ por C. Guilherme A. Salla em 06/12/2008.

Uma resposta to “POESIAS TABAGISTAS: Emerson Sitta.”

  1. […] já protagonizou POESIAS TABAGISTAS em outra ocasião, AQUI, e João Antônio Buhrer  Almeida vem emprestado da nossa mais nova seção, os “INCRÍVEIS […]

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: