Miguel de Unamuno ou os mundos multiplos de J. L. Borges: Leer, leer, leer.

Meu amigo e filósofo, Glauco Stein, emprestou-me um livro.jorge-luis-borges

Ficcoes

São assim os amigos verdadeiros, estes que nos emprestam livros para nos dar o mundo.

Ficções, de Jorge Luis Borges, é um portal para novos mundos!

Lá (em Uqbar ou Tlön), percebi que as minhas próprias mentiras eram mais que meras intuições, eram verdades.

Meus sonhos, verdades.

A verdade? Ficções!

O meu primeiro poema publicado (Ficção) era um prenúncio. Toda a poesia é um prenúncio… (clique aqui e leia o eco reverso).

Sugiro Borges, mas… o que são as sugestões?

Ruínas circulares, loterias babilônicas?

Unamuno é pura sugestão: Uno mundo, una mundos, multimundos…

Leer, leer, leer

Miguel de Unamunomigueldeunamuno

Leer, leer, leer

Leer, leer, leer, vivir la vida
que otros soñaron.

Leer, leer, leer, el alma olvida
las cosas que pasaron.

Se quedan las que quedan, las ficciones,
las flores de la pluma,

las olas, las humanas creaciones,
el poso de la espuma.

Leer, leer, leer; ¿seré lectura
mañana también yo?

¿Seré mi creador, mi criatura,
seré lo que pasó?

In: UNAMUNO, Miguel de. Antología poética. México: Porrua, 1958.

Anúncios

~ por C. Guilherme A. Salla em 16/02/2009.

Uma resposta to “Miguel de Unamuno ou os mundos multiplos de J. L. Borges: Leer, leer, leer.”

  1. Isso meu caro, vamos para essência.
    Abraço.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: