São Francisco Xavier infestada de gente! Festivais: da Mantiqueira e OFF-FEST!

off fest

mantiqueira logo site sec

Mantiqueira ou não queira, estaremos lá!

Meus trocadilhos vazam fácil pois estou feliz e se Maomé não vai até a montanha eu vou e subo a serra, mas não desço. Permaneço lá em cima… pelo menos até o festival acabar.

As pousadas estão lotadas e o frio promete comparecer, espero que este ano sem a chuva.

Como já mencionei aqui, o evento este ano promete ser mais democrático e inclusivo graças aos com diálogos paralelos do OFF-FEST: LITERATURA OFF-LINE, iniciativa dos autores autóctones com o apoio deste que vos escreve.

A OFF-FEST: LITERATURA OFF-LINE, já conta com o apoio da Fundação Cassiano Ricardo, de São José dos Campos, que viabilizou a estrutura e a logística para que hasteássemos nossa bandeira pirata entre transatlânticos e tubarões.

Habemus Tenda!

Nela estarão expostos os trabalhos dos autores locais que, ali presentes, poderão ter um contato imediato com seus leitores. Lá também estará disponível o Zine OFF-FEST  assim como bottons  e bolsas com o logotipo OFF-FEST, estes para venda.

zine colorido

A programação da OFF-FEST: LITERATURA OFF-LINE já conta também com:

  • Maurício de Almeida, vencedor do Prêmio SESC de Literatura 2007 com “Beijando Dentes”, coletânea de contos aborda como tema central a incomunicabilidade entre as pessoas. A partir de cenas e falas banais do cotidiano, o autor faz um exame das tensões nos relacionamentos humanos, por gênero ou geração;

beijando dentes

  • Chicão (professor, escritor, morador em SFX, da banda Bill Puxos e seus Tenesmos – com o Pinga e o Auro Lúcio) vai lançar seu livro rodado em mimeógrafo e promete fazer um som na praça;

livrochicao

  • Regina de Araújo já disse que dará o ar da graça – e beleza;
  • E o panfletário Poeta Moraes está a toda! Pretende levar seu megafone e muitos poemas panfletados;
  • Joca Faria e Nélio Fernando, presenças garantidas;
  • Ana Clara Galvão – não, até onde sabemos, não somos parentes, mas vamos ensaiar umas performances em duo;
  • Guilherme Salla (eu) apresenta banners poéticos com a ANTOLOGIA MIOPIA, poemas compilados do blogue homônimo;
  • Zenilda Lua levará seu Alfazema, repleto de poemas cheirosos;
  • Silvio Ferreira Leite apresentará sua obra que inclui romance e crônicas;
  • Victor Canti vem com a mala multimídia lotada;
  • Reginaldo Poeta Gomes leva poesia até no nome;
  • E mais, André Kondo, João Possidônio, Josefina Neves Mello, Kathia Brienza B. Marulli, Vana Alas, Rita Elisa Seda, Ricardo Soares Muniz, Fernando Scarpe, Dyrce Araújo, Dom de Oliveira entre outros pois a lista só cresce…

Ops! Já ia me esquecendo… acaso você sinta um vontade irresistível de participar associe-se à comunidade DIÁLOGOS DA MANTIQUEIRA. Para mais notícias sobre o evento de um clique aqui: JORNALIRISMO (Palmas para Fernanda de Aragão, a garota sem fio).

Simbora? Só para não dizer que eu não avisei, vão aí mais detalhes diretamente do sítio da Secretaria de Cultura do Estado:

II FESTIVAL DA MANTIQUEIRA – DIÁLOGOS COM A LITERATURA

Autores, professores, estudantes e leitores reúnem-se no
II Festival da Mantiqueira – Diálogos com a Literatura,
em São Francisco Xavier

De 29 a 31 de maio, autores como Luis Fernando Verissimo, Ignácio de Loyola Brandão, Nilton Bonder e Cristovão Tezza conversam com leitores
sob as tendas com programação gratuita

Realizado com sucesso pela primeira vez em 2008, o Festival da Mantiqueira – Diálogos com a Literatura faz parte da série de eventos criados pela Secretaria de Estado da Cultura de São Paulo que estimulam o gênero literário em várias frentes: a divulgação de obras e autores, a formação de público e ainda o estímulo à criação literária. De 29 a 31 de maio (sexta-feira a domingo), o charmoso distrito de São Francisco Xavier (138 km de SP), em São José dos Campos, recebe cinco mil visitantes que terão acesso gratuito a uma variada programação para todas as idades.

Na Praça Cônego Antônio Manzi, no centro do distrito, serão montadas duas tendas para os eventos: a tenda principal, onde acontecerão as mesas com autores consagrados abertas ao público, e a tenda dos estudantes, dedicada ao debate entre alunos de escolas pré-agendadas e autores. A programação do Festival inclui também oficinas exclusivas para professores, estudantes (maiores de 18 anos) e profissionais de bibliotecas, atividades para crianças e shows de música.

“O Festival da Mantiqueira marca o início das atividades dedicadas à literatura, que a Secretaria de Estado da Cultura realiza ao longo de todo o ano. Em São Francisco Xavier, reunimos autores, estudantes, professores e leitores. Lá vamos revelar os finalistas da segunda edição do Prêmio São Paulo de Literatura. E logo após o evento, inicia-se o projeto Viagem Literária, que leva autores consagrados a bibliotecas públicas de mais de 50 municípios do estado. O ano é concluído com a doação de novos livros para as bibliotecas, assim como fizemos em 2008”, explica André Sturm, coordenador da Unidade de Fomento e Difusão Cultural da SEC.

São Francisco Xavier fica a 138 km de São Paulo, em São José dos Campos, no Vale do Paraíba. É conhecido por encantar tanto quem busca paz e sossego, quanto quem gosta de praticar esportes na natureza, como trilhas a pé e de bicicleta, vôo livre e rapel em cachoeiras. O distrito também possui diversas opções de gastronomia e uma programação cultural intensa, que culmina no II Festival da Mantiqueira – Diálogos com a Literatura.

Tenda Principal – No sábado (30.05) haverá dois encontros entre os finalistas do Prêmio São Paulo de Literatura 2008. O primeiro, às 11h, reúne o vencedor da categoria Melhor Livro do Ano, Cristovão Tezza, e os finalistas Beatriz Bracher, Menalton Braff e Wilson Bueno. No final do dia, às 17h, será realizado o bate-papo entre os finalistas do Melhor Livro de Autor Estreante: Tatiana Salem Levy (vencedora), Cecília Giannetti, Tiago Novaes, Wesley Peres e Eduardo Baszczyn. A mediação das duas mesas é de Manuel da Costa Pinto. Entre uma conversa e outra, às 15h, a tenda é ocupada pela “Literatura Policial – 200 anos de Edgar Allan Poe”, em homenagem ao autor norte-americano que se destacou como mestre do realismo fantástico, terror e policial. A mesa reúne Luis Fernando Veríssimo, Flávio Carneiro e Luiz Alfredo Garcia-Roza, mediados por Luís Augusto Fischer.

No domingo (31.05), às 11h, o autor português de “Equador” e “Rio das Flores” é o centro das atenções em “Conversando com Miguel Sousa Tavares”. Às 14h, Boris Fausto, Jorge Caldeira, Clóvis Bulcão e Francisco Vidal Luna encontram-se na mesa “Recontando a História”. A programação de conversas é encerrada com o tema “Paixão”, reunindo o rabino Nilton Bonder, Xico Sá e Sergio Paulo Rouanet, às 16h.

Tenda dos Estudantes – Ao longo do Festival, serão realizadas diferentes mesas para turmas previamente agendadas de estudantes da rede pública e de escolas particulares, além de lugares disponíveis para o público, mediante retirada de senha. A Secretaria de Estado da Cultura de São Paulo doou 300 livros para estes novos leitores se prepararem para os bate-papos com os autores. No sábado (30.05), a programação é eclética. Às 11h30, apresenta-se a escritora Índigo; às 14h, Jorge Caldeira e, às 16h, Clóvis Bulcão. A obra de Monteiro Lobato será o tema da conversa entre Marisa Lajolo e o público, na última palestra do sábado, às 18h.

No domingo (31.05), Carla Caruso fala às 11h30, Flavio Carneiro às 14h30 e Ignácio de Loyola Brandão às 16h30.

Oficinas – Durante o II Festival da Mantiqueira – Diálogos com a Literatura, professores, estudantes e profissionais que trabalham em bibliotecas selecionados por concurso participarão de oficinas exclusivas. Para os professores, o tema é “Motivação de Leitura”, comandada por Anna Claudia Ramos. Os estudantes participarão da oficina de “Criação Literária”, conduzida por Luiz Antonio de Assis Brasil.

Para os profissionais que trabalham em bibliotecas em todo o estado, a oficina “Dinamização do espaço físico e virtual da biblioteca”, com Marcia de Grandi, tem como objetivo prepará-los para receber o projeto Viagem Literária, que vai levar autores consagrados para bate-papos com o público leitor, ao longo do ano. As oficinas serão realizadas na sexta-feira (29.05), às 17h e no sábado e domingo (30 e 31.05), às 9h.

Shows – Após as conversas, uma série de shows anima as noites de São Francisco Xavier. Na sexta-feira (29.05), às 21h30, Maxixe Machine apresenta-se na Tenda Principal, logo depois da cerimônia de inauguração. Às 22h30 é a vez do grupo Rádio Comida, no Photozofia. No sábado (30.05), às 20h, o grupo de Luis Fernando Verissimo, Jazz 6, apresenta-se no Photozofia, e às 22h, Marina de La Riva leva sua música cubana ao grande palco armado em um gramado na cidade. As despedidas do Festival, no domingo (31.05), vão ser ao som de Fortuna, às 17h30, na Tenda Principal, seguido da Orquestra Sinfônica de São José dos Campos, às 18h30, no gramado.

Atividades Infantis – Uma estrutura especial foi pensada para entreter os leitores mirins ao longo do Festival. Na Biblioteca Solidária, apresentam-se no sábado (30.05), às 12h, a Companhia de Fadas, com o espetáculo “Caixa de Histórias”, e às 14h, Tininha Calazans comanda “Seres do Encantado”. Também neste dia, uma leitura dramática da tragédia grega “Medéia”, de Eurípedes, ganha o coreto de São Francisco Xavier, com adaptação para a cultura brasileira e músicas inspiradas na peça “Gota d´Água”, de Chico Buarque.

No domingo (31.05), às 12h, Fortuna apresenta uma versão de seu espetáculo “Na casa da Ruth”  e, às 14h, o grupo Conto Com Você encena “Contos Daqui e Dacolá”.

II Festival da Mantiqueira – Diálogos com a Literatura
Data: 29, 30 e 31.05 (sexta a domingo)
Local: São Francisco Xavier, distrito de São José dos Campos (localizado a 138 km de São Paulo e 59 km do centro de São José dos Campos)

Como chegar: De São Paulo, siga para São José dos Campos pela Via Dutra BR-116 ou pela Rodovia Carvalho Pinto SP-70. De São José dos Campos, o principal acesso é pela SP-50, estrada velha de Campos do Jordão, até chegar à cidade de Monteiro Lobato. Siga pela SJC-150, Estrada Vereador Pedro David até São Francisco Xavier.
Uma linha especial de ônibus (São José dos Campos – São Francisco Xavier) vai levar o público visitante que não se hospedar no distrito para aproveitar o evento.

Onde se hospedar e opções de passeios: http://www.sjc.sp.gov.br, no canal “turista”
Ingressos: gratuitos (retirar senha para as mesas e atividades infantis uma hora antes do início das atividades na Casa de Cultura de São Francisco Xavier)

Anúncios

~ por C. Guilherme A. Salla em 24/05/2009.

6 Respostas to “São Francisco Xavier infestada de gente! Festivais: da Mantiqueira e OFF-FEST!”

  1. Caro Guilherme,
    Fiquei de fora! O Chicão Guimarães havia me convidado faz uns dois meses pra ficar hospedado lá na casa dele durante o Festival. Aceitei na hora, mas (marquei bobeira), depois, não confirmei minha ida. Tinha a coisa como favas contadas. Semana passada sua digníssima (aliás, minha ex) me desconvidou, assim, sem mais. Fiquei sem eira. Pousada não há. Dancei. Depois cê me conta tudo. Abraço.
    Abraço.

  2. Felicidades poéticas.

    Depois, por favor, escreva sobre essa experiência.

    Um abraço fraterno.

  3. Gui, só acrescentando, o poeta Moraes vai subir de bicicleta!!!

    Beijos

    Be

  4. Olá, tenho livros infantis, como posso participar?
    Obrigada,
    Silvia Moura.

  5. silviajmoura@gmail.com

  6. […] São Francisco Xavier infestada de gente! Festivais: da Mantiqueira e OFF-FEST! […]

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: