Estudos para uma bailadora andaluza – João Cabral de Melo Neto: fragmento para Marina

De :

João Cabral de Melo Neto, Quaderna (1956-1959), “Estudos para uma bailadora andaluza” .

Para:

marina de la riva

Marina de La Riva

Marina de La Riva.

Por:

Miopia.

ESTUDOS PARA UMA BAILADORA ANDALUZA

1

Dir-se-ia, quando aparece
dançando por siguiriyas,
que com a imagem do fogo
inteira se identifica.

Todos os gestos do fogo
que então possui dir-se-ia:
gestos das folhas do fogo,
de seu cabelo, sua língua;
gestos do corpo do fogo,
de sua carne em agonia,
carne de fogo, só nervos,
carne toda em carne viva.

Então, o caráter do fogo
nela também se adivinha:
mesmo gosto dos extremos,
de natureza faminta,
gosto de chegar ao fim
do que dele se aproxima,
gosto de chegar-se ao fim,
de atingir a própria cinza.

Porém a imagem do fogo
é num ponto desmentida:
que o fogo não é capaz
como ela é, nas siguiriyas,
de arrancar-se de si mesmo
numa primeira faísca,
nessa que, quando ela quer,
vem e acende-a fibra a fibra,
que somente ela é capaz
de acender-se estando fria,
de incendiar-se com nada,
de incendiar-se sozinha.

(…)

Marina de la Riva, “La caminadora”, faixa 8,  albúm Marina de la Riva:

Anúncios

~ por C. Guilherme A. Salla em 06/06/2009.

6 Respostas to “Estudos para uma bailadora andaluza – João Cabral de Melo Neto: fragmento para Marina”

  1. É um dos meus textos favoritos. Parabéns pelo blog!

  2. Valeu brother!

  3. […] de fogo, só nervos, carne toda em carne viva. Então, o caráter do fogo … fique por dentro clique aqui. Fonte: […]

  4. Esta Marina é de morte. Tem um olhar incrivelmente safado.
    é realmente uma diva, que deve ser cultuada por todos, ajoelhados.
    Não sei se João Cabral gostaria dela, ele gostava de coisa mais violenta, e a Marina é de uma suavidade…Contrasta com a cultura espanhola, que impoe mais violencia. Ele tem a violencia da sensualidade espanhola suavizada pelo sangue brasileiro. E deu um produto fantástico né.
    abraço
    joão antonio

  5. Caro João, você, tal qual marina é figura rara…
    Abraço!

  6. “Mulher nova bonita e carinhosa faz o homem gemer sem sentir dor”

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: