Experiência extrasensorial: Arnaldo Antunes e Edgard Scandurra

arnaldo antunes e scandurra

Para que nos mantenhamos no tema da postagem anterior, resgatarei do arquivo deste HD que já pede água e necessita de desafogo, algo que na minha memória ainda queima como se a fogo houvesse sido escrito.

“eu fico louco
eu fico fora de si
eu fica assim
eu fica fora de mim

eu fico um pouco
depois eu saio daqui
eu vai embora
eu fico fora de si

eu fico oco
eu fica bem assim
eu fico sem ninguém em mim “

Fora De Si, Arnaldo Antunes

Falo do exclusivíssimo e recente show de Arnaldo Antunes e Edgard Scandurra no Andarilho em Campinas.

arnaldo antunes e scandurra 1

Não preciso repetir aqui o quanto me influenciaram esteticamente estes dois senhores, na música e nas letras. Arnaldo foi porta de entrada para a vanguarda poética no meu rol de interesses. Apresentou-me os concretos. Quando ouvia os Titãs e pirava, no fundo era o Arnaldo e suas composições o princípio ativo de toda aquela química. Quanto ao Scandurra, foi a descoberta do óbvio, ou seja, que havia virtuoses, guitar heroes em solo tupiniquim (a música americana é hegemônica no repertório de um adolescente rocker, tal qual fui).

“o nome disso é mundo
o nome disso é terra
o nome disso é globo
o nome disso é esfera
o nome disso é azul
o nome disso é bola
o nome disso é hemisfério

o nome disso é planeta
o nome disso é lugar
o nome disso é imagem
o nome disso é arábia saudita
o nome disso é austrália
o nome disso é brasil

como é que chama o nome disso?
como é que chama o nome disso?
como é que chama o nome disso?
como é que chama o nome disso?
o nome disso é rotação
o nome disso é movimento
o nome disso é representação

the word for what this is is name
the name of this é isso
o nome disso is place
el nombre of name space
el nombre do nome esfera
o nome disso é idéia

o nome disso é chão
o nome disso é aldeia
o nome disso é isso
o nome disso é aqui
o nome disso é sudão
o nome disso é áfrica
o nome disso é continente

o nome disso é mundo
o nome disso é tudo
o nome disso é velocidade
o nome disso é itália
o nome disso é equador
o nome disso é coisa
o nome disso é objeto

como é que chama o nome disso?
como é que chama o nome disso?
como é que chama o nome disso?
como é que chama o nome disso?
como é que chama o nome disso?
como é que chama o nome disso?
como é que chama o nome disso?
como é que chama o nome disso? “

O Nome Disso, Edgard Scandurra /Arnaldo Antunes

A apresentação foi curta, mas talvez tenha sido eu a distorcer o tempo no meu subjetivo e excitado estado de consciência. No minúsculo palco estavam um bumbo, uma guitarra, dois microfones, Arnaldo Antunes e Scandurra. Nada mais. Alias, nem caberia algo além, mas o fato é que não era NECESSÁRIO mais coisa alguma…

arnaldo antunes e scandurra2

Canções onde as palavras cantam por si, requerem ouvidos incomuns, atentos. E convenhamos que um bar não é um espaço privilegiado para ouvidos. Ali são as bocas quem dão as cartas. Muitos dos presentes permaneceram de costas, empanturrando-se com suas porções, banhados em colesterol e ignorância.

“Tire a mão da consciência e meta
No cabaço da cabeça
Tire a mão da consciência e ponha
No buraco da vergonha
Tire a mão e ponha o corpo todo no corpo da consciência
Ponha ouvido orelha língua boca na cara da consciência
E umbigo na barriga dela
Ponha olhos no colírio dela
Ponha tripas na barriga dela
Ponha olhos nos óculos dela

O cabelo o pelo a pele a perna o braço a carne o sangue pensa
A madeira o nervo a unha a terra a água o leite o peito pensa
O plástico o fogo o estômago o aço o osso o coração o cigarro o chiclete
o pano o papel a coluna a vértebra o músculo o vidro o fígado o cágado
a pedra pensa

Tire a mão da consciência e meta a mão na consistência

Tire a mão da consciência e meta
No cabaço da cabeça
Tire a mão da consciência e ponha
Na cabeça da vergonha
Tire a mão da consciência e meta no cabaço da cabeça
Ponha oxigênio e gás carbônico no ar da consciência
E comida na barriga dela
Ponha olhos nas lágrimas dela

E ossos por dentro da carne, carne por dentro da pele dela.

Tire a mão da consciência e meta a mão na consistência
Tire a mão da consciência e meta a mão na consistência
Tire a mão da consciência e meta no cabaço da cabeça
Tire a mão da consciência e meta a mão na consistência
Ponha oxigênio e gás carbônico no ar da consciência
Ponha ouvido orelha língua boca na cara da consciência
Tire a mão da consciência e meta a mão na consistência
a mão na consistência
a mão na consistência “

Consciência, Edgard Scandurra /Arnaldo Antunes

A voz grave de Arnaldo por vezes travou embate contra o burburinho e as microfonias, mas nada que lhe atrapalhasse a performance. Hipnótica e profunda, reverberava soberana com o auxílio ritmado do bumbo de Scandurra.

arnaldo antunes

Da guitarra cirúrgica de Edgard nada direi, faltam-me adequados adjetivos…

SDC17201

O repertório incluiu principalmente músicas dos três primeiros álbuns solo do ex-titã (Nome-1994, Ninguém – 1995, O silêncio -1997), parcerias com Scandurra.

A poesia, o ritmo, a colocação da voz, oscilam entre o canto e a declamação. As palavras são moduladas e se ampliam para além dos seus significados na fala, no canto e no texto. Acredito que Arnaldo Antunes tenha sido aquele que com maior êxito levou adiante a estética  concreta, no aspecto de sua expressão fonética e musical.

“O mosquito me beijou
o verme me comeu
a terra me sugou
a larva cresceu

o mosquito me beijou
a borboleta me lambeu
o urubu me bicou
o lixo era eu

o mosquito me beijou
o brejo era eu
a sanguessuga me chupou
o rato me roeu

o mosquito me beijou
depois morreu”

O Mosquito, Arnaldo Antunes / Edgard Sandurra

Simpáticos e educados, longe da atitude rock star, receberam fãns, tiraram fotos  e eu, não perdi a oportunidade, voltei para casa com meu exemplar do Tudos devidamente autografado.

guilherme salla e scandurra

guilherme salla

arnaldo antunes autografo

O show fez parte de um projeto maior do bar campineiro, o “Andarilho Cultural” já trouxe para cidade nomes como Guilherme Arantes e, ainda este ano, promete atrações como Zeca Baleiro e outros, sempre em apresentações intimistas, com público máximo de 100 pessoas.

Ao seu corajoso proprietário, Lei, as congratulações por ousar quebrar a monotonia e a esterilidade cultural das noites campineiras.

Ps: o crédito de parte das fotos, as com foco, são de minha cunhada querida Paula Chrispim.

Reblog this post [with Zemanta]
Anúncios

~ por C. Guilherme A. Salla em 21/06/2009.

8 Respostas to “Experiência extrasensorial: Arnaldo Antunes e Edgard Scandurra”

  1. Vosso blog sempre surpreendendo! Foi muito bom ler sobre a aparição dessas duas feras do rock pop nacional. Foi numa noite de 19 de maio! Fiquei sabendo, lógico! Pois sou fã dos caras, mais do Edgar Scandurra, que me persegue com seus versos desde minha adolescência. Aqueles bons tempos do Ira, que não vou esquecer jamais. Enfim, um belo registro que você fez! Parabéns!
    Saudações poéticas!

  2. Esse poeta andante e corajoso. “Eta menino danado”

    Salve, irmão, belas palavras, crítica e presença.

    Coisa fina, rara e de gente grande.

    Um abraço caudaloso.

  3. Só falta por o Guto no bebê conforto, passar a mão na patroa e nos acompanhar… acompanhado de bons amigos não há temor!

    Abraços vazantes.

  4. Obrigado pelas constantes visitas e os comentários amigos.

    Abraço!

  5. Guilherme.
    Acho que estamos mais ou menos em sintonia pois acabei deenviar para os amigos o email com o possivel primeiro texto do ARNALDO, na revistinha do Equipe. Você recebeu aí?
    abraçõpjoão antonio

  6. Conexões cósmicas amigo João…

  7. Olá Guilherme!!
    Sou Juliana, moro em Goiãnia / GO . Amanhã verei o show do Arnaldo Antunes e Edgar Scandurra!!! Acontecerá no Bolshoi Pub, lugar pequeno, mas muito aconchegante.
    Adorei o seu texto …. penso eu que representa muito bem o que vou ver amanhã!!!
    BeiJUzinhos!!!

  8. Que sorte a sua Juliana! Prepare-se! Minhas palavras não são páreas para a experiência que vais vivenciar…
    Beijo e valeu pelo comentário!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: