Eterno retorno: homenagem à Júlia

As gerações se sucedem enquanto o tempo se amontoa na soleira da minha porta:

-Toc, toc…

– Quem bate?

– É o círculo do eterno retorno do mesmo!

– O que o senhor quer? Já é tarde…

– Vim para te dizer que sua filha será exatamente como você.

– Mas seo Eterno, isso eu já sabia! Ela é minha cara, esculpida em mármore carrara.

– Veja, o que quero dizer é que ela gostará agora das mesmas coisas que você um dia já gostou, porém com muito mais intensidade…

– Ô céus! Ela será homossexual, gostará de mulheres sardentas e peitudas?

– Não, não… não é bem isso… pelo menos não neste sentido. Falo do gosto musical!

– Putz! Não é possível! Não me diga que, a esta altura, ela se tornará uma fanática pelos Guns n’ Roses?

– De modo algum! Ela será uma beatlemaníaca !

– Uuufa!!!

PaulLenon

GeorgeRingopaul laranja

Homenagem a minha linda beatleamaníaca JUJU, desenhista, caricaturista e, nas horas vagas, escultora de casca de laranja, a quem dou os créditos das imagens acima. LOVE!

Reblog this post [with Zemanta]
Anúncios

~ por C. Guilherme A. Salla em 18/09/2009.

3 Respostas to “Eterno retorno: homenagem à Júlia”

  1. Lindo meu amor, te amo ! *-*

  2. Hilário e terno. Bárbaro.

  3. Bom, ela tem um gosto… como direi… Ela é bem melhor que uma porção de gente por aí.

    Beatles é um exercício de eterno retorno. Sempre há algo novo naquele velho disco, naquelas velhas canções.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: