TRÁFEGO

.

 

 

Adoro ler
no trânsito
um poema
trágico

.

Cardeal, 16 de junho de 2011

.

Cláudio Guilherme Alves Salla

cc -Some rights

.

Publicado originalmente AQUI.

Anúncios

~ por C. Guilherme A. Salla em 02/08/2011.

2 Respostas to “TRÁFEGO”

  1. Interessante como a palavra ‘trânsito’ assume outro papel no poema. Transitar, transito, transe, passagem, fugaz, fugidia, efêmero…

  2. Bem observado, mestre.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: